mobilejpg

 

mobil1

Nos últimos anos a internet vem se adaptando e crescendo de forma contínua. A presença em mídias sociais já se tornou peça-chave para garantir visibilidade em ambientes que concentram consumidores e clientes de uma empresa, e com as mídias vem crescendo também a necessidade de estar presente em diferentes plataformas. Amobilidade e a acessibilidade são cada vez mais fortes em nosso dia a dia e isso obriga as empresas a estarem onde seus possíveis clientes estão.

 

Para ter uma noção maior da importância de adequar formatos de navegação de sitespara dispositivos móveis, as mídias sociais – como Facebook, que já é totalmente adaptável para as versões mobile – vêm crescendo em número de acessos originados de plataformas móveis. Segundo informações de Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, 68% do total de usuários acessam a rede por meio de smartphones. Com base nisso, Zuckerberg anunciou que “tornar-se uma empresa de telefonia móvel” é uma meta para a rede.

 

 

mobile-phones

 

É nítida a relevância em se adaptar a esse meio que cada vez ganha mais facilidades de acesso. Mas para assegurar uma boa usabilidade, ou seja, garantir que o site possa ser bem aproveitado, é necessário definir algumas estratégias. Como um site comum geralmente é mais pesado para ser acessado por smartphone ou tablet que por desktop ou notebook, se funções como usabilidade de navegação, resolução e conteúdo adaptado não forem pensadas estrategicamente, a indexação dos mecanismos de busca pode ser prejudicada e isso faz que o site perca posições, resultando na baixa permanência de acesso à página ou impossibilidade de o site ser encontrado pelos mecanismos de busca.

 

Um dos primeiros passos ao definir uma estratégia para site mobile é determinar quais são as metas da empresa para a mobilidade: “o que a empresa deseja obter com ela?”. Para a maioria, a resposta é: “tornar a marca mais acessível para os clientes”. Genefa Murphy, diretor de gerenciamento de produto, dispositivos móveis, análise e experiência de usuário da HP, comenta sobre a importância de definir estratégias para a mobilidade: “Como um aplicativo móvel acomoda funcionalidades limitadas, é preciso ter um olho estratégico para selecionar aquelas que serão mais relevantes para seus usuários e distinguirão seu site dos outros. Para uma empresa ser bem-sucedida ela precisa estar presente nos dispositivos móveis”. O design e o conteúdo precisam ser diferentes daqueles preparados para o acesso de desktops, por exemplo; as informações devem ser mais claras, simples e acessíveis e os elementos devem passar da exibição horizontal para a vertical.

 

 

 

 

JoomShaper